Projeto do Codesul para alavancar comércio internacional é retomado

O Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul), presidido pelo Paraná, retomou nesta semana o desenvolvimento do Projeto 3C3C-Três Cidades, Três Continentes (Dongguan/China, Maringá/Brasil e Barcelos/Portugal). A união tem como objetivo gerar novos negócios entre as cidades e ampliar o comércio internacional.

Criado em abril de 2019, com a participação de representantes das três cidades dos três continentes (Ásia, América do Sul e Europa), o Projeto 3C3C conta também com a participação de associações de classe das três regiões. Entre elas estão a ACIB em Barcelos, a DYEA e Six Alliance em Dongguan, e Associação Comercial de Maringá e o Codesul, representando a Região Sul do Brasil.

“Em 2019 tivemos um encontro muito produtivo com os representantes das cidades e avançamos no estabelecimento de diretrizes para as parcerias. Porém, com a chegada da Covid-19, tivemos uma paralisação. Estamos novamente retomando os contatos necessários para colocar em prática as ações já planejadas”, explicou o secretário executivo do Codesul, Wilson Quinteiro.

O primeiro encontro definiu as bases de atuação e o grupo já se reuniu algumas vezes desde então, sendo a principal delas em junho de 2019, com o Seminário 3C3C de Negócios e Investimentos, realizado em Barcelos. O evento contou com a presença de 16 representantes chineses, quatro membros da delegação brasileira e cerca de 30 empresários portugueses.

De acordo com Quinteiro, mesmo nesse período de atividades restritivas, houve evolução nas tratativas. “Temos como exemplo o projeto desenvolvido em Dongguan para atender uma rede de lojas de conveniência com 4.800 filiais. A Sapiens Global participou da definição de criação de um quiosque com produtos brasileiros, de baixos teores de açúcar, para projeto experimental em cinco lojas da rede. O lançamento seria em abril de 2020 e foi suspenso devido à pandemia, mas há expectativa de efetivar a ideia neste ano”, afirmou.

O projeto também prevê apoio internacional às ações da Universidade Livre do Meio Ambiente (Unilivre), além da comercialização de refrescos de frutas com baixos teores de açúcar e ações de limpeza do meio-ambiente devido a agentes poluidores no solo.

“Nossa expectativa é de evoluirmos rapidamente neste ano, principalmente no período pós-pandemia. São projetos de altíssimo potencial que trarão muitos benefícios para todo o Sul do País”, finalizou Quinteiro.

 


 

CODESUL – O governador Carlos Massa Ratinho Junior assumiu a presidência do Codesul em janeiro deste ano. Ele substitui Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, que presidiu o órgão por dois anos. A transição ocorreu de forma online, respeitando todas as medidas sanitárias exigidas.

O Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul foi criado em 1961 por meio de convênio entre os três estados do Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). Em 1992, o Mato Grosso do Sul passou a integrar o conselho. O principal objetivo do órgão é buscar alternativas aos desequilíbrios regionais e potencializar questões comuns aos estados-membros, sobretudo em questões essenciais como desenvolvimento econômico e social.